Sonhos

Psicanálise dos Sonhos – Descubra o Seu Inconsciente

O estudo das histórias criadas enquanto dormimos retrata desejos, lembranças e até premonições

Você se lembra de qual foi o seu último sonho? Já procurou saber o significado das imagens que surgiram durante esse momento de quebra com a realidade? Aqui no blog temos matérias falando sobre o assunto, porém no post de hoje vamos dar um olhar científico ao tema analisando a psicanálise dos sonhos.

Segue com a gente para descobrir o que Freud e outros pensadores entendem desse aspecto inconsciente que gera tanto fascínio.

A psicanálise dos sonhos

Os sonhos são um momento de desconexão com a realidade e vêm sendo observados há milhares de anos. Eles surgem quando nossos estados de alerta e racionalidade entram em um período de descanso.

Antes dos estudos de Sigmund Freud, que é considerado o pai da psicanálise, sonhar era visto como um ato divino e uma comunicação com os deuses. O aspecto do diálogo se mantém presente depois do avanço científico, só que agora ele representa uma conversa com o que existe de mais profundo em nossa mente.

Na psicanálise dos sonhos pode-se dizer que eles surgem de uma série de fatores, sendo uma expressão do inconsciente e de experiências racionais.

Expressão das ideias

Para Freud e outros pensadores como André Green e Masud Khan, os sonhos são formas de comunicação e incluem memórias, desejos, medos, insatisfações, necessidades e teorias.

Eles se apresentam como uma imagem condensada e todos os acontecimentos têm possibilidades infinitas. Isso faz com que coisas que pareceriam absurdas na vida real, como uma pessoa conseguir voar, por exemplo, se tornem aceitáveis.

Por causa desse amontoado de ideias é difícil explicar para alguém aquilo que vivenciamos enquanto dormíamos. Na psicanálise dos sonhos, a narrativa desses eventos nunca vai explicá-los como um todo, pois as imagens estão em um nível primitivo e não podem traduzidas em palavras.

O significado dos sonhos

Em geral, os sonhos podem ser divididos em dois tipos: latentes e manifestos. O primeiro retrata o seu eu de forma mais profunda e decifrá-lo pode ter um forte impacto em sua vida. O outro é aquele sonho que surge por causa de experiências vividas recentemente. Em geral, ambos estão misturados.

Pesadelos

Para a psicanálise dos sonhos, os pesadelos aparecem por causa de questões pontuais mal resolvidas, sejam elas internas ou externas. Muitas vezes isso é um problema ou uma situação com a qual você não está conseguindo lidar.

Sonhos de repetição

Ao longo da vida pode ocorrer de termos o mesmo sonho várias e várias vezes. Eles representam situações emocionais que carregamos e nos causam angústia, medos intensos, culpa ou outro sentimento negativo para as atividades cotidianas. Assim, esses sonhos são avisos de que precisamos mudar algo em nós mesmos.

Sonhos premonitórios

São aqueles pensamentos oníricos que você entende como revelações futuras. Eles podem ocorrer sim, porém não sob uma perspectiva mágica. Na realidade esse tipo de sonho é aquele mais inconsciente que aborda aspectos que você tenta reprimir. Seja um relacionamento que está ruindo ou sintomas estranhos no corpo.

Então, o sonho com a doença ou sobre o fim de um relacionamento que se mostrou verdadeiro era, na verdade, um aviso de problemas que você não queria perceber.

Na psicanálise dos sonhos, tudo o que é projetado pela nossa mente fala sobre nós mesmos. Isso é expresso de maneira consciente ou inconsciente.

Esperamos que tenha gostado do post. Escreva aqui nos comentários qual foi o sonho mais estranho que você já teve.

Deixe seu comentário:
Psicanálise dos Sonhos – Descubra o Seu Inconsciente
5 (100%) 1 voto
Fechar